Como Eu Venci A Procrastinação: Faça Hoje, Não Amanhã

Toda vez que adiei uma decisão, apertei o botão de soneca, falhei de ir na academia, ou não completei minhas …

Compartilhe

Toda vez que adiei uma decisão, apertei o botão de soneca, falhei de ir na academia, ou não completei minhas tarefas porque não estava afim, eu sempre tinha uma explicação para minha procrastinação contínua.

Eu dizia a mim mesmo que estava cansado. Ou que poderia esperar até amanhã. Quem se importa se você adia algo, não é?

Bem, você deveria se importar.

Porque você é a única pessoa responsável pela sua vida. Frequentemente, nós vemos dicas de produtividade, aplicativos ou ferramentas como respostas mágicas para os nossos problemas. Mas isso também significa que nos permitimos culpar coisas externas por nossa falta de produtividade.

  • “Não, não é eu, é meu notebook antigo. Ele é ruim, e eu não consigo trabalhar assim.”
  • “O escritório é muito barulhento.”
  • “As pessoas ficam me ligando e mandando email.”
  • “Eu nunca tenho tempo.”

Como venci a Procrastinação

Lutar contra a procrastinação é uma batalha interna. Eu tenho vários exemplos disso na minha vida pessoal. Em 2013, eu senti que minha carreira estava parada. Dois anos depois disso, eu abri uma empresa com o meu pai. Mas depois de dois anos, eu me tornei inquieto porque eu queria fazer mais e aprender mais.

Então comecei a trabalhar como freelancer. Eu construi sites, criei conteúdo, conteúdo de marketing, e fiz alguns trabalhos como designer. Mas não adiantou. Por quê? Eu nunca fiz um trabalho desconfortável. Ao invés disso, eu encontrei trabalhos para fugir daquelas tarefas difíceis.

Todos escapamos da procrastinação às vezes.

Construir um negócio ou uma carreira é difícil. Requer que você faça tarefas difíceis, tediosas, e insatisfatórias. Você precisa agir. Fazer conteúdo de marketing, vendas um a um, construir uma rede de contatos, ou qualquer que seja o método que você usa para fazer seu negócio crescer.

E se você quiser subir na escada corporativa, você precisa formar alianças, ser estratégico, superar seus objetivos, e ser ótimo no que você faz.

Isso é o que você DEVERIA fazer, certo? A maioria de nós já sabemos essas coisas. Ou, vamos descobrir logo. Não existe segredo para ser bem-sucedido no trabalho.

Entretanto, preferimos escapar do trabalho. E esse é o núcleo da procrastinação para mim.

Você sabe o que precisa fazer, mas você não faz. Ao invés disso, você abre um site de notícias e começa a ler coisas inúteis. Ou você olha seu instagram sem curtir nem uma foto porque você odeia sua vida. Talvez você pesquise por Zara, H&M, Net-a-Porter, Mr. Potter, ou qualquer loja online que você goste.

Isso era, e ainda é um pouco, a história da minha vida. Por exemplo, eu estou trabalhando em um livro novo. Eu sei sobre o que é e eu também tenho um título. Mas escrever é também um trabalho muito difícil para mim.

Então eu procuro por alívio. Eu respondo emails, leio artigos, tomo um café, faço compras online, e trabalho em tarefas recorrentes para gerenciar meu negócio. Não é que eu seja desorganizado. É porque estou batalhando comigo mesmo.

Steven Pressfield chama esse inimigo interior de Resistência em seu clássico, A Guerra Da Arte. E isso é o que ele diz a respeito:

“A Resistência está sempre mentindo e falando besteiras.”

Evite a procrastinação fazendo hoje, não amanhã

Eu sempre preciso ficar me lembrando disso. Quando você procrastina, você sempre quer fazer amanhã. Eu ainda sou assim. Eu acho que isso está programado dentro de nós.

A diferença entre eu agora, e três anos atrás é pequena mas simples: Eu confio em um sistema para viver uma vida produtiva, feliz e cheia de propósito.

Antigamente eu não tinha ideia de como fazer as coisas acontecerem. Eu sempre desistia rápido, me sentia preso, infeliz, e frustrado.

Mas agora, eu encontrei um jeito de superar meus desafios. Aqui está como fiz isso:

  • Eu exercito minha rigidez mental todos os dias. Eu costumava negligenciar meu cérebro. Eu era mentalmente fraco, pensava demais, e não confiava em mim mesmo. Não era porque me faltavam habilidades. Era porque eu não confiava na minha habilidade de fazer as coisas. Então comecei a ler sobre estoicismo, pragmatismo e atenção plena; qualquer coisa que o ajude a controlar seus pensamentos e melhorar sua rigidez mental. Eu não quero ser escravo dos meus pensamentos. Eu quero o oposto.
  • Eu exercito meu corpo todos os dias. Quando eu não exercito, eu fico inquieto, me falta foco, energia, e confiança. Exercitando meu cérebro e corpo todos os dias, eu estou sempre pronto para tudo. Eu aprendi que superar a procrastinação começa antes de você lutar na guerra. Soldados não vão para a guerra despreparados também, não é? Esteja em ótima forma, mentalmente e fisicamente. Sempre.
  • Eu tenho um conjunto de hábitos diários que me ajudam a estar no controle da minha vida. Eu escrevo, leio, defino prioridades diárias, e não consumo informações inúteis. Também me asseguro de interagir com meus amigos e família todos os dias. Contato humano é importante. Isso me mantém com os pés no chão. Eu não tenho expectativas altas na vida. Eu aproveito meus dias. Eu nunca olho além disso.
  • Eu sempre tenho uma lista pequena (mas importante) de tarefas que eu tenho que completar. Vamos pegar meu novo livro como exemplo. Eu frequentemente quero escapar de tarefas difíceis como sentar e escrever. Então eu digo a mim mesmo que não é um bom dia. Mas toda vez que penso isso, eu abro minha lista de tarefas pequenas e trabalho em uma daquelas coisas HOJE.
  • Eu estudo e pratico a ciência da persuasão para transmitir minha mensagem. Meu mentor me ensinou: “Você pode ser o melhor escritor e professor no mundo, mas se ninguém souber disso, você não pode causar impacto.” A ciência da persuasão ajuda você a escrever melhores apresentações, cartas de apresentações, sites, emails, etc.

É claro, leva tempo para desenvolver a fundação dessa estratégia. E tem muito mais do que isso. Mas não é mágica.

Entretanto, também não é fácil viver uma vida produtiva. E definitivamente não se trata de tecnologia e macetes. Se trata de desenvolver um sistema sustentável para construir sua vida, carreira e seus negócios.

Qual é o seu sistema para viver uma vida produtiva?

Seja qual for: Trabalhe nele hoje. Não amanhã.

Continue Lendo

Mais >