Hábitos Ruins Que Você Precisa Deixar De Lado Imediatamente Para Ser Uma Pessoa Muito Melhor Este Ano

Hábitos nos definem. E nada sabota mais sua vida criativa e produtiva do que hábitos ruins. Nas palavras de Samuel …

Compartilhe

Hábitos nos definem. E nada sabota mais sua vida criativa e produtiva do que hábitos ruins. Nas palavras de Samuel Johnson “As correntes dos hábitos são fracas demais para serem sentidas até serem fortes demais para serem quebradas,”

Para viver uma vida balanceada, produtiva, criativa e gratificante, livrar-se de hábitos improdutivos é um investimento importante. E mais fácil seguir em frente do que tirar alguns minutos para refletir, planejar e realmente analisar o que precisa ser modificado para que você cria sua própria versão de uma semana, mês ou ano produtivo. Já está na hora de você prestar atenção aos hábitos que podem estar impedindo seu progresso na sua vida e carreira.

“Suas crenças se tornam seus pensamentos, Seus pensamentos se tornam suas palavras, Suas palavras se tornam suas ações, Suas ações se tornam seus hábitos, Seus hábitos se tornam seus valores, Seus valores se tornam seu destino.” ― Mahatma Gandhi

Acabe com as desculpas!

“A única coisa entre você e seu objetivo é a mentira que você conta a si mesmo sobre o porquê não alcança ele.” ― Jordan Belfort

Eu estou muito cansado. Eu não tenho tempo. Eu não sou capaz. Alguém vai fazer. É tarde demais agora. Agora não é o momento certo. Eu não sou talentoso. Eu não estou pronto. Eu tenho medo. Ninguém me ajuda. E se eu falhar. Eu não me sinto motivado. Eu prefiro não fazer nada. Eu não tenho dinheiro… ainda!

É fácil criar desculpas e justificativas para não começar. Quanto mais você encher sua cabeça com racionalizações e desculpas vazias, menos tempo terá para agir.

É fácil dizer, “Eu vou começar quando tiver mais experiência, dinheiro, tempo e recursos”. No próximo ano, você terá várias outras desculpas. É um ciclo. E uma vez que você entrar nele, pode ser difícil escapar e fazer algo significativo e que você gosta.

Muitos pessoas estão vivendo toda a vida sem se levantar e tomar uma atitude. Mas é animador observar aqueles poucos que desafiam a si mesmos e saem de sua bolha pessoal para fazer uma mudança.

A maioria de nós vive com a ilusão teimosa de que sempre teremos o amanhã para fazer o trabalho de hoje. Mantemos essa crença consistentemente e continuamos procrastinando até o trabalho de tornar um fardo pesado.

Se não damos importância, sempre vamos para um caminho mais confortável. Sua zona de conforto te dá um estado mental de segurança. Você pode entender por que é tão difícil tirar seu cérebro da zona de conforto.

Seu hábito super conectado

Se conseguem falar com você pelo smartphone, email, Twitter, Facebook ou LinkedIn, você está disponível demais e todos esses canais são possíveis conexões que podem distraí-lo do seu propósito. Desconecte e assista sua produtividade inflama.

Seu smartphone pode ser o maior destruidor de produtividade de todos. Muitas pessoas não conseguem largar o celular. Se o seu celular está online, a tentação de se atualizar sobre quase tudo é muito alta. Se você puder, largue o telefone (ou desligue) por um tempo quando estiver no escritório e testemunhe o efeito que pode ter no seu nível de produtividade.

Tentar ser multitarefa está matando o seu cérebro

Tentar ser multitarefa mantém sua mente cheia, ocupada, e sempre sob pressão. A ciência tem provado que apenas 2% de nós conseguem ser multitarefa de forma eficiente. Então desista de uma vez.

Para de tentar ser multitarefa, apenas pare. De todos nossos hábitos ruins, ser multitarefa está entre os piores e mais comuns. Multitarefa não te faz necessariamente mais produtivo como você pensa que faz. Você pode fazer mais em menos tempo quando faz uma coisa de cada vez e foca em fazer algo bem.

Leva 23 minutos e 15 segundos para voltar completamente para uma tarefa depois de uma interrupção, de acordo com Gloria Mark, professora da UC Irvine, na Fast Company. Então você pode estar perdendo mais tempo do que imagina.

Mais não necessariamente é melhor. De fato, em muitos casos a qualidade ganha da quantidade.

Focar nas coisas que trazem recompensas ou conquistas maiores é uma ótima estratégia.

Dizendo SIM para tudo

Tempo é a matéria-prima da produtividade e criatividade. Não fomos ensinados a dizer “não.” Nós fomos ensinados a não dizer “não.” “Não” normalmente é considerado “rude”. Mas “sim” limita a criatividade e o tempo de produtividade. “Dizer “não” significa que você tem tempo para focar na sua própria criação, tarefas e projetos, ao invés de responder e reagir a pedidos. Você não pode deixar outras pessoas fazerem sua agenda na vida” diz Warren Buffett.

Assim é como Charles Dickens rejeitou um convite de um amigo:

“É só meia hora’—’É só uma tarde’—’É só uma noite’, as pessoas dizem repetidamente; mas elas não sabem às vezes é impossível controlar certas disposições estipuladas e definidas de 5 minutos— ou que a simples consciência de um engajamento vai durar às vezes o dia todo… Qualquer um que seja devoto a uma arte deve estar feliz em se entregar totalmente para ela, e encontrar sua recompensa nela. Eu sinto muito se você pensa que não quero vê-lo, mas não posso evitar; preciso seguir meu caminho de uma forma ou de outra.”

Aja sobre as diretrizes do seu crítico interior!

“Lembre-se, você tem se criticado por anos e não tem funcionado. Tente aprovar a si mesmo e veja o que acontece.” ― Louise L. Hay

Você não é bom o bastante! Você não consegue fazer isso! Nem vale a pena tentar! É tarde demais para você! Ninguém vai compartilhar, curtir, recomendar e nem mesmo ver! Não perca seu tempo! Você não tem credenciais de escritor. Você é horrível em gramática, pontuação, e usando parênteses. Ninguém quer ler suas opiniões—todos têm suas próprias opiniões.

“Diminua o volume da sua voz negativa interior e crie uma voz educativa interior no seu lugar. Quando você cometer um erro, perdoe a si mesmo, aprenda com isso, e siga em frente ao invés de ficar obcecado quanto a isso. Tão importante quanto, não permita que ninguém mais analise seus erros ou falhas ou espere a perfeição de você.” ― Beverly Engel

Pesquisas psicológicas mostram que o sucesso e o bem-estar estão associados com a alta autoestima, e pessoas com baixa autoestima sofrem uma quantidade grande de problemas emocionais e comportamentais.

A verdade é…

Ninguém é perfeito o bastante para começar nada! Você nunca vai estar pronto para nada! Eu amo escrever e compartilhar. Eu não sou um escritor profissional. Eu não tenho credenciais de escritor. Mas eu escrevo mesmo assim. Importa que eu venha aqui todos os dias. Eu só vou melhorar com a prática. O meu crítico interior enfraqueceu.

Mirando na perfeição

“Feito é melhor do que perfeito.” — Scott Allen

A raiz da procrastinação é o medo de não fazer um bom trabalho. A perfeição destrói a criatividade. Não fala fiasco por causa de detalhes enquanto se move adiante. O que importa é você fazer algo.

O mundo real não recompensa perfeccionistas. Ele recompensa pessoas que fizeram coisas. Pegue um tempo na vida para pensar sobre o que é possível e dar nem que seja o menor passo em direção aquilo.

Você vai ferrar tudo no processo mas está tudo bem. Não se culpe muito por cometer erros ou fazer as escolhas erradas. Isso só irá te levar para um comportamento destrutivo.

Tudo bem ferrar as coisas contanto que esteja disposto a tentar novamente. Pessoas originais e não conformistas erram bastante. Mas seguem em frente, sabendo que em algum momento, o progresso vai acontecer. Não importa quantos erros você comete, ou quão lento é o seu progresso, você ainda está na frente de quem não está tentando.

A criatividade floresce quando você não busca a perfeição mas foca em fazer as coisas. O que você faz importa, não o que você pensa ou diz ou planeja. E não precisa ser perfeito. O mundo real recompensa aqueles que criam coisas e fazem coisas. Dê espaço a si mesmo para pensar. E não tenha medo do que pode acontecer.

Criar é o resultado de pensar como caminhar. Pé esquerdo, problema. Pé direito, solução. Repita até chegar ao local. Dê tempo a si mesmo para pensar no que é possível e fazer nem se que seja o mínimo movimento naquela direção.

Adiando o lançamento do projeto que você ama

Você não pode ficar na sua zona de conforto para sempre. Uma boa carreira acontece fora do seu limite de segurança. Até que você tome aquela decisão importante de dar aquele passo crucial, você vai se sentir preso por muito tempo.

Não pense simplesmente a respeito, aja!

Ação gera resultado. Resultado gera mais ações. Você só consegue criar ou construir quando você dá um passo. Impulsos são criados através de ações. Você não consegue ver o resultado que espera até que você supere seu medo de começar e comece a dar o primeiro passo em direção a construir um novo negócio, começar um novo projeto ou construir a vida que você quer. A única coisa pior do que o fracasso é não começar.

O fracasso não é o fim. Existem pessoas demais que querem ficar na sua zona de conforto e não tomar atitudes mas ainda reclamam das suas vidas. Não seja uma dessas pessoas. Apenas um passo já te aproxima da carreira dos seus sonhos.

Não reduza o poder da ação não importa o quão pequena seja.

Descubra o melhor horário fora do seu tempo de trabalho para fazer alguma coisa. Você nem precisa fazer a maior parte das coisas. Você pode terceirizar ou envolver outra pessoa.

Separe um tempo para seus projetos mais importantes e considere marcar isso no seu calendário para que você de fato execute. Arrume tempo para rever suas esperanças, sonhos e objetivos.

Se preocupando com suas fraquezas

“Foque nos seus pontos fortes, não nas suas fraquezas. Foque no seu caráter, não na sua reputação. Foque nas suas bênçãos, não nos seus azares.” — Roy T. Bennett

É mais fácil jogar com seus pontos fortes. Você provavelmente presta atenção demais em informação negativa. Milhões de pessoas estão preocupadas e sempre pensando em como se livrar das suas fraquezas.

E se você virar o jogo e focar nos seus pontos fortes. A verdade amarga é, você pode nunca superar suas fraquezas mas você pode fazer mudanças significativas em como você vive e trabalha se você focar no que você é bom. A chave aqui é que você não precisa mudar quem você é; você precisar se tornar mais do que você é.

Em um estudo na Harvard Business Review, foi relatado que apesar de as pessoas lembrarem de críticas, ter consciência de suas falhas não necessariamente traduz uma performance melhor.

Mais em frente foi descoberto que conhecer seus pontos fortes te oferece um entendimento melhor sobre como lidar com suas fraquezas—e ajuda você a ganhar a confiança que você precisa para lidar com elas.

Inação

“É difícil falhar, mas é pior nunca tentar ter sucesso.”― Theodore Roosevelt

Apesar das muitas opções que a nova geração tem, ainda somos deixados com um paradoxo de inação. Por um lado costumamos instintivamente ficar com o padrão: conseguir uma educação, tirar boas notas e ir atrás de uma carreira que a sociedade julga como “respeitável”.

Estas carreiras prometem segurança financeira sem riscos. Segurança ao invés de riscos tem sido a escolha de milhões. É uma aposta segura. Ninguém gosta de complicar as coisas. Nos sentimos seguros na nossa zona de conforto, onde podemos evitar a tormenta do arrependimento.

E ainda assim, ao mesmo tempo, nos arrependemos da maior parte das nossas ações e riscos que não corremos. Estudos mostram consistentemente que quando olhamos para trás os maiores arrependimentos não são dos riscos que corremos, e sim dos que não corremos.

Dos muitos arrependimentos que as pessoas descrevem, arrependimentos de inação são quase o dobro dos que envolvem ações. Algum dos mais comum envolve não ser assertivo, e falhar em aproveitar o momento. Quando as pessoas refletem mais tarde, é o que elas não fizeram que gera maior desespero.

Mas você pode fazer algo sobre o que você realmente quer na vida agora. Você não precisa ter vários arrependimentos quando você pode aproveitar o momento hoje. Há mais oportunidades de reinventar completamente o seu papel no sistema agora do que jamais teve.

Para de se importar

“É mais provável que um homem cuide da sua própria vida quando isso vale a pena. Quando não vale, ele tira o pensamento dos seus próprios assuntos sem sentido cuidando da vida dos outros.” — Eric Hoffer

Faz parte da natureza humana querer ser amado e aceito, gerando uma insana busca por conformidade. Mas você pode fazer um esforço consciente para ligar o foda-se; para se libertar. É uma habilidade que precisa ser praticada, assim como qualquer outra habilidade. Uma vez que você entende de verdade como deixar para lá, você vai ver o mundo de uma perspectiva completamente diferente.

O mundo está sempre te dizendo que tudo que você não é, é o que te faz feliz. Os “ótimos” empregos das outras pessoas, um carro melhor, uma casa nova e maior, etc. Se importar com tudo que o mundo quer que você tenha te faz infeliz a respeito do que você não é ou não tem.

Não foque sua vida e esforços em perseguir uma miragem. Isso causa problemas mentais que você não quer. Você provavelmente está ocupado demais se importando com tantas coisas a sua volta que você praticamente para de viver. A chave para a boa vida que você realmente precisa é ligar para o que é importante para o seu crescimento, carreira e bem-estar.

Quando você liga o foda-se para o que as pessoas pensam, sua autoconfiança vai crescer mais do que você jamais imaginou. Você vai começar a acreditar em si mesmo e no que você pode oferecer ao mundo, sem deixar influências externas te pararem ou persuadirem suas decisões.

Quanto mais você quer desesperadamente ser como outra pessoa, menos digno você se sente. Quando mais você quer desesperadamente ser mais feliz, mais solitário você se torna, apesar das pessoas incríveis a sua volta. Resistência mental, felicidade e viver uma vida completa vem de saber com o que se importar—e mais importante, com o que não se importar.

Continue Lendo

Mais >