A Mudança De Vida Do Hábito De Manter Um Diário

Já se perguntou por que grandes mentes da história incluindo Isaac Newton, Abraham Lincoln, Andy Warhol, Leonardo Da Vinci, Marcus …

Compartilhe

Já se perguntou por que grandes mentes da história incluindo Isaac Newton, Abraham Lincoln, Andy Warhol, Leonardo Da Vinci, Marcus Aurelius, Charles Darwin, Winston Churchill, Benjamin Franklin, Ernest Hemingway, George Bernard Shaw e Maya Angelou passavam tanto do seu precioso tempo escrevendo coisas que jamais seriam vistas por outras pessoas?

Jim Rohn diz, “Se você realmente quer se tornar uma pessoa rica, poderosa, sofisticada, saudável, influente, culta, e única, mantenha um diário.”

Muitos criativos famosos, escritores, inovadores e pensadores originais da nossa geração mantém diários—para muitos, é uma necessidade criativa, para outros, um local de exploração, e para alguns é uma forma de arte por si só.

Mas você não precisa ser criativo, cientista ou um inovador para essa prática valer a pena.

Manter um diário te ajuda a estabelecer prioridades, clarear o pensamento, e realizar as tarefas mais importantes, em relação ao seu trabalho agitado.

Pensar em escrever tem uma qualidade mágica de clarear seus pensamentos.

Tim Ferriss chama a prática de manter um diário de fase de descarregamento na vida. Ele explica, “Eu uso isso como ferramenta para clarear meus pensamentos e objetivos, assim como Kevin Kelly (um dos meus humanos preferidos) faz. O diário é como uma sala de fotografia para minha mente.”

Acostume-se com a caneta novamente!

Escrita reflexiva também tem resultado em melhorias na tomada de decisão e no pensamento crítico em várias profissões médicas.

Michael Hyatt diz, “O que acontece com a gente não é tão importante quanto fazemos parecer. Diários ajudam a esclarecer isso.”

Diários proporcionam um registro do progresso que você tem feito em direção aos seus objetivos para te manter motivado na longa caminhada de realmente alcançá-los.

“Como parte da sua dose matinal de criatividade, use seu diário para revisar e aperfeiçoar sua lista de tarefas diária. Revise e aperfeiçoe sua visão da vida e seus maiores objetivos” diz Benjamin Hardy.

Diversos estudos (de variedades rigorosamente científicas) têm mostrado que escrita pessoal pode ajudar as pessoas a superar eventos estressantes, aliviar a ansiedade e acelerar a atividade de células de imunidade.

Judy Willis MD, uma neurologista, e ex-professora explica, “A prática de escrever pode aumentar a entrada de informação do cérebro, o processando, retenção, e recuperação de informação… promove o foco de atenção do cérebro… melhora a memória a longo prazo, ilumina padrões, dá tempo ao cérebro para reflexão, e quando bem guiado, é uma fonte de desenvolvimento conceitual e estímulo da cognição mais alta do cérebro.”

O que você escreve, você controla. Você não precisa passar sua manhã inteira escrevendo, a única regra é escrever continuamente. Seja consistente para tirar o máximo de proveito.

Uma boa abordagem para criar um diário

Comece toda a manhã identificando tarefas, objetivos para o dia.

Escreva apenas alguns itens (dois ou três) para facilitar o começo e fazer progresso. Você pode misturar coisas pessoais e trabalho.

Mantendo a introdução de cada dia curta e simples, você torna a tarefa de manter um diário simples e sem espaço para desculpas.

No final de cada dia, analise o que você conquistou, o que você aprendeu, o que você quer continuar amanhã, e o que você quer fazer amanhã.

Comece aos poucos. Faça pequenos comprometimentos todo o dia para começar.

Não faça grandes comprometimentos. Tente isso por 30 dias. Use apenas 5 a 10 minutos por dia para refletir no seu diário. Quando se passarem os 30 dias, volte  revise o que você aprendeu e o progresso que você fez. Então você pode decidir se quer continuar com o diário.

Vise 5 a 10 minutos ininterruptos para escrever no seu diário, de preferência no mesmo horário todos os dias.

O que você escreve, desenha ou rabisca é completamente com você.

Apenas sente e escreva.

Faça mapas mentais, liste objetivos, esboce sua visão, rabisque, desenhe, faça uma lista de gratidão, liste coisas a curto e longo prazo, escreva tudo que você tem de curiosidades, liste os projetos que ama, faça uma lista diária de coisas que precisam serem feitas, reflita sobre suas conquistas, etc.

Apenas coloque todas as ideias no papel, e se force a ver se existe mais lá no fundo da sua mente.

Volte para suas anotações mais tarde para ver se tem mais alguma ideia.

Como parte da sua sessão matinal e pós-trabalho de diário, certifique-se de escrever sobre todas as coisas pelas quais você é grato. Escrever sobre gratidão no diário é um jeito cientificamente provado de superar diversos desafios psicológicos.

Isso vai mudar completamente a orientação da sua vida da escassez para a abundância.

“Escrever em um diário todos os dias, com um processo estruturado e estratégico, permite que você direcione seu foco para o que você conquistou, o que você é grato por ter, e o que você está comprometido em fazer melhor amanhã. Portanto, você aproveita melhor sua jornada a cada dia, sente-se bem a respeito de qualquer progresso que faz, e usa altos níveis de clareza para acelerar seus resultados,” diz Hal Elrod, autor de “The Miracle Morning.

De acordo com o Dr. James Pennebaker, um especialmente no campo de escrita expressiva, para conseguir resultados melhores com diários, é recomendado que você:

  • Esqueça de gramática quando escrever.
  • Seja honesto e autêntico (escreva como se ninguém mais fosse ler).
  • Escreva a mão para melhorar a memória.
  • Adote escrita cursiva para escrever seus pensamentos de forma mais rápida.

Apenas escrever em um diário não vai aumentar a sua produtividade. Mas quando você combina ações com reflexão você toma atitudes melhores com o passar do tempo.

“A escrita acessa o hemisfério esquerdo do seu cérebro, que é analítico e racional,” diz Maud Purcell, um psicoterapeuta e especialista em diários. “Enquanto o lado esquerdo do seu cérebro está ocupado, o lado direito está livre para fazer o que ele fazer de melhor, isto é, criar, intuir e sentir. Dessa forma, escrever remove bloqueios mentais e nos permite usar mais o poder dos nossos cérebros para entender melhor a nós mesmos e o mundo a nossa volta.”

Manter um diário não é um hábito comum, é um hábito chave. Hábitos chaves afetam como você trabalha, come, se diverte, vive, gasta, e se comunica.

Como Charles Duhigg, autor de “O Poder Do Hábito diz, “…eles encorajam mudança criando estruturas que ajudam outros hábitos a fluir.” Uma pequena mudança em um aspecto da sua vida pode disparar muitas outras mudanças positivas.

Manter um diário é um jeito prático e acessível de se manter conectado com o seu eu interior, seu corpo, seus sonhos e seu propósito na vida.

Continue Lendo

Mais >