A Única Forma De Crescer É Se Sentindo Desconfortável

Se tudo está bom demais, você provavelmente está estagnado ao invés de ser incrível. Não se junte a algo “fácil”. …

Compartilhe

Se tudo está bom demais, você provavelmente está estagnado ao invés de ser incrível.

Não se junte a algo “fácil”. Você não vai crescer.

Muitas pessoas estão tão confortáveis que estão tristes.

Acabar com um hábito, tentar algo novo, correr riscos, fazer novas conexões, ou se colocar em uma situação completamente nova não será fácil, mas vale a pena. É exaustivo mas recompensador.

Calvin Coolidge diz “Todo crescimento depende de atividades. Não existe desenvolvimento físico ou intelectual sem esforço, e esforço significa trabalho.”

Conforto pode levar a autoabsorção, tédio, e descontentamento.

Você pode ficar confortável e estagnado ou se estender—ficar desconfortável—e crescer. Escolha o último.

Vá até onde as exigências são grandes. Vá onde existe pressão quanto a sua performance.

A Dra. Elizabeth Lombardo, psicóloga e autora de Better Than Perfect, diz que pessoas que frequentemente buscam novas experiências tendem a serem mais criativas e resilientes emocionalmente do que aquelas que ficam presas a uma rotina.

“Quebrar seu próprio molde apenas o tornará mais forte e mais confiante para alcançar altos níveis na sua vida profissional e pessoal, ” ela diz.

Para crescer, você precisa abraçar o desconforto. A transição será desconfortável e assustadora, mas essa é a natureza da besta.

Estenda a si mesmo. Você pode acabar gostando do que se torna possível.

Peter McWilliams disse uma vez,

“As zonas de conforto são comumente estendidas através do desconforto.”

O desconforto é um catalisador para o crescimento. Ele faz você ansiar por algo a mais. Ele te força a mudar, se estender, e adaptar.

O segredo do sucesso está exatamente na coisa que você está evitando. Essas coisas que parecem te destruir e humilhar seu espírito.

Vá em busca do desconforto. Faça coisas que desafiam seus limites magnificamente de propósito.

Se você quer sucesso a longo prazo, pare de evitar o que é difícil.

Se você está verdadeiramente se esforçando para melhorar—em qualquer sentido—você está desconfortável.

Quando você é desafiado, é exigido que você se torne mais do que você é. Isso significa criar novas perspectivas, adquirir novas habilidades e quebrar barreiras.

Em outras palavras você precisa expandir seu entendimento para ser capaz de superar os obstáculos na sua frente.

Aprender a ficar confortável com o desconforto é uma das habilidades mais importante que você pode ter para viver uma vida verdadeiramente gratificante.

Sair da sua zona de conforto de vez em quando desafia suas habilidades mentais. Pessoas mentalmente ativas estão constantemente construindo redes densas de conexões entre suas células cerebrais.

Cientistas chamam isso de “reserva cognitiva”. Seguir aprendendo coisas novas constrói e mantém essas conexões.

Desafiar tarefas mentalmente tem grande impacto na saúde do seu cérebro. Esteja aberto para novas experiências que te fazem ver o mundo e fazer coisas diferentes.

Se você controlar o desconforto, você pode controlar quase tudo!

O desconforto pode ser a chave que abre portas para todo o resto. Você pode acabar com a procrastinação, começar um novo hábito, aprender uma nova linguagem, vencer desafios e eventos fisicamente extenuantes, explorar novas coisas, falar em público, e até mesmo adotar o estilo de vida minimalista.

Jonathan Lethem diz,

“Desconforto faz parte do meu plano principal.”

Essas tarefas podem parecer muito “dolorosas” de início, mas você alcançar mais coisas que irão impactar no seu resultado final. E isso será apenas o começo.

Repetição expande suas barreiras de conforto. Se você praticar bastante seus desconfortos, com atividades diferentes, sua zona de conforto vai expandir até incluir o desconforto. E então você sair da sua bolha pessoal.

Pense nisso. Quantas coisas já foram desconfortáveis para você e você as aceita agora sem nenhuma dificuldade?

Infelizmente, muitas pessoas evitam o desconforto. Elas fazem de tudo para evitar ele. Elas estão confortáveis demais para se esforçarem o suficiente para fazerem uma mudança e melhorarem suas vidas.

Isso talvez seja o maior fator limitante para a maior parte das pessoas, e é isso que as impede de mudar hábitos.

Mas a boa notícia, é que seja lá qual for seu desconforto, existe alguém lá fora, sentindo exatamente a mesma coisa. Você nunca está sozinho em seu desconforto. Às vezes apenas ter conhecimento disso nos faz sentir confortável para ir em frente.

Desconforto é um catalisador para o progresso!

Pense na mente como um músculo que naturalmente se comprime com o passar do tempo a não ser que você o trabalhe. Seu crescimento pessoal depende significativamente de novos desafios e atividades.

Derrube o medo que tem te impedido de viver melhor a sua vida. Sa mente tem a tendência de performar melhor diante certas ocasiões. Desafie ela, e você será recompensado.

Jerry Dunn disse,

“Não limite seus desafios; desafie os seus limites.”

Desafie sua mente—deixe-a um pouco desconfortável ao se forçar a aprender a fazer tarefas que não vem naturalmente. A maior parte das coisas parecem impossíveis até que você as faça.

Dê permissão a si mesmo de pensar e agir além do normal.

Ser persistente quando algo é irritante ou doloroso ou desgastante constrói personalidade.

Seja bom em arranjar tempo para o que importa para você—especialmente quando você não está tão a fim.

Continue Lendo

Mais >